E-mail: ppgca@unifap.br - Telefone: (96) 3312-1757

Linhas de Pesquisa

Gestão, Tecnologia e Inovação Ambiental

Objetivo principal: Investigar a gestão da interação e dos impactos das sociedades humanas sobre o meio ambiente, desenvolver e aplicar tecnologias ambientais inovadoras voltadas para o uso dos recursos de forma sustentável na Amazônia.

Descrição: Estudos nessa linha advêm da necessidade de manter os recursos naturais e serviços ecossistêmicos para as futuras gerações e desenvolver e aplicar tecnologias para tornar isso atingível. Este processo requer o entendimento de como variáveis éticas, econômicas e ecológicas determinam o desenvolvimento socioeconômico e as modificações antrópicas na Amazônia. A estratégia principal é desenvolver e aplicar tecnologias para a criação da sustentabilidade de produtos, processos e gestão, com vistas à resolução de problemas concernentes aos impactos ambientais (globais e regionais). Essas tecnologias devem primar pela sustentabilidade no uso de recursos e redução do uso de energias, com a redução de aplicação de substâncias e materiais poluentes ou que incorram em perigo ou riscos à saúde humana e à biodiversidade. A gestão dos recursos ambientais abrange muitas áreas (exemplo: geografia, biologia, física, química, sociologia, psicologia e fisiologia) e por isso, para entender e intervir no cenário ambiental atual caracterizado por mudanças grandes e rápidas no campo socioambiental, será preciso desenvolver novas ferramentas e conceitos de gestão que superem o modelo hierárquico para tomada de decisão e uso dos recursos naturais. A gestão eficaz será fundamental para administrar e mitigar impactos ambientais crescentes e retroalimentados como os gerados pelas mudanças climáticas.

Recursos Naturais e Sistemas Ecológicos

Objetivo principal: Levantar e monitorar os recursos naturais, e entender os processos que determinam o funcionamento dos ecossistemas amazônicos.

Descrição: As pesquisas nessa linha englobarão levantamentos e monitoramentos de recursos naturais e processos ambientais, como estoque de biomassa, produtos florestais madeireiros e não-madeireiros, recursos hídricos, estoques pesqueiros, biodiversidade, estoques e fluxos de carbono e nutrientes. Essas informações sobre a distribuição e abundância dos recursos serão úteis para o planejamento de uso sustentável e no desenvolvimento de produtos para alimentação humana e animal, produção de energia e medicamentos. Além disso, esses estudos darão suporte para estudos holísticos que visem compreender como os diferentes componentes dos ecossistemas estão interligados e como atividades de uso dos recursos naturais, como a produção de energia hidroelétrica, extração madeireira de baixo impacto e de produtos não madeireiros, influenciam nos processos ecológicos e na biodiversidade. As pesquisas desenvolvidas nesta linha serão fundamentais para a elaboração e implementação de programas de manejo para o uso sustentável dos recursos que conciliem as atividades humanas com a manutenção dos processos ecossistêmicos e conservação da biodiversidade.